Imagem

Dizem que a gente só sabe escrever sobre o que estamos sentindo ou já sentimos. É por isso que nunca escrevo sobre o amor. Posso escrever sobre morte, dor, tristeza, alegria, amizades. Mas nunca sobre aquele tipo de amor. Aquele que dizem que te leva para outro mundo, aquele que é ou já foi correspondido, nem que seja só por um olhar. Porque milésimos de segundos podem se tornar centenas de palavras para um escritor. De um pequeno gesto pode se originar um livro.

-Lolita Jones

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s